Wine South America - Um evento histórico na América do Sul

19 de outubro de 2018

Na edição 223 da Revista Insieme, em setembro/2017, quando falamos da retomada da Consulta Vêneta pela nova liderança política vêneta, fizemos um balanço de números econômicos envolvidos, lembrando o PIB Vêneto em comparação com os dados brasileiros e o quanto poderíamos evoluir para atingir números melhores, especialmente na nossa região Sul do Brasil, onde temos como característica a origem e maior presença da população italiana.

 

“... Estes números mostram que temos muito a evoluir, que precisamos aumentar ainda mais este potencial econômico, decorrente de políticas públicas corretas e destinadas ao desenvolvimento em todos os setores. Cumpre-nos, então, assumir maior representatividade, com novos desafios e iniciativas de caráter mais estratégico e de maior importância política para, assim, efetivamente, trazer resultados visíveis para nossas comunidades, que é o ganho social, fazendo valer, para isso, o lema do maior comprometimento, sem oportunismo...”

 

Esta retomada dos contatos com nossas comunidades na América do Sul não pararam por aí: “...culminado com a visita do Governador Luca Zaia à Argentina e Brasil, entre 14 e 17/11/2016, onde veio conhecer a nossa realidade e ficou notadamente impressionado – como pude constatar pessoalmente em Bento Gonçalves-RS, no dia 15/11/2016, quando me foi honrosamente dada a oportunidade de dar às boas-vindas à maior autoridade do Vêneto, em nome de todas as Associações e Federações Vênetas brasileiras – bem como uma campanha para defender o NÃO no referendum constitucional sobre a reforma do sistema político italiano, com a pretensa extinção do Senado, o que não se confirmou em 04/12/16.”

 

E, destes contatos e network formado durante anos de Consulta Vêneta, podemos confirmar, depois de quase 2 anos de trabalho em consultoria legal e jurídica, a nossa pequena, mas importante participação na formatação – com este perfil – da primeira feira internacional do vinho do Brasil,  denominada Wine South America, que acontecerá entre os dias 26 a 29 de setembro de 2018, na cidade de Bento Gonçalves, que reunirá os maiores e melhores produtores de vinho do Brasil e da América do Sul.

 

A corajosa iniciativa é da empresa capixaba Milanez & Milaneze, até o momento especializada em dezenas de feiras anuais de mármore e granito no Estado do Espírito Santo mas que, com a recente parceria da empresa italiana Verona Fiere, que detém os direitos da Vinitaly na Itália e que, depois de uma joint venture com interesses comerciais comuns, decidiu investir e organizar nesta importante, inédita e definitiva feira do vinho da América do Sul. Claro que esta decisão levou em conta o know how do sócio italiano ao longo de décadas de organização da mais importante feira anual de vinhos da Itália e que conta com números impressionantes.

 

Evidente que foram anos de contatos e conversas com parceiros políticos e econômicos para viabilizar o evento que contará com, pelo menos 250 expositores, parceiros, produtores similares como café, cachaça, licores entre outros produtos e serviços complementares à grande cultura mundial que existe em torno do vinho, em franca expansão no Brasil nas últimas décadas, mas que ainda tem muito espaço para crescer, como estimam e confiam os organizadores.

 

Nos veículos oficiais de divulgação da feira, já podemos constatar indicações da magnitude e do grande alcance desta feira, nestes termos: “... evento de grande importância na vitivinicultura e que recebe mais de 1.000 experts, enólogos, enófilos, sommeliers, jornalistas especializados e apreciadores de vinho de vários países. Esta parceria garantirá aos expositores atingirem um perfil de compradores ávidos por novidades. Além de reunir os principais produtores de vinhos mundiais, a WINE SOUTH AMERICA é o local que disseminará o conhecimento através de palestrar, treinamentos, visitas as vinícolas, degustações, premiação e rodadas de negócios. Forte concentração e engajamento de influencers do vinho, conectando seus públicos com as novidades do evento. Programação exclusiva para negociar com compradores coorporativos e profissionais do setor, além de visitação aberta ao público para exposição da sua marca, conquista de novos consumidores e fidelização dos já existentes.”

 

Colaborou nesta edição o administrador da Verona Fiere no Brasil, Alberto Piz, há muitos anos ligado e interessado no desenvolvimento de projetos comuns entre a Itália e o Brasil, fazendo valer e confirmando todas as lições de que, fazendo com conhecimento e competência, as coisas acontecem. E ele tem se dedicado intensamente nisso nos últimos tempos e afirma que a feira será um grande momento para o mercado vinícola brasileiro. “É um marco histórico para o setor do vinho brasileiro e, principalmente, para a Serra Gaúcha. A feira vai promover o vinho e promover o território”, declara Piz.

 

Ninguém duvida do espírito empreendedor do imigrante italiano, que constitui a grande maioria dos vitivinicultores do Sul do Brasil, nem da capacidade de organizar, produzir e incentivar novos projetos que determinem o crescimento econômico, trazendo progresso e bem estar social para toda a comunidade e, se pudermos fazer isso desfrutando de todo o ambiente particular que se cria em torno de um bom vinho, tanto melhor para todos nós.

Deixe sua opinião

Enviando formulário…

O servidor encontrou um erro.

Formulário recebido.